quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

2010!


Todos nós desejamos saúde, prosperidade e paz entre familiares, amigos, vizinhos e conhecidos quando um novo ano se aproxima. Há uma espécie de ritual e formalismo nesses votos, renovando as nossas esperanças de um mundo melhor no próximo ano.

Nosso ofício acadêmico é crítico, autocrítico e demanda coragem temperada com parcimônia. Um ofício difícil de ser executado, que deve deixar de lado a formalidade e ir mais adiante. Por isso, a diretoria da SBEt deseja a todos os sócios e admiradores do estudo do comportamento animal, um ano de 2010 repleto de ações positivas, propositivas e protetoras dos animais que tanto amamos.

Vanner Boere

Presidente

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Mensagem do Prof. Rogério Grasseto, Coordenador do XXVIII Encontro Anual de Etologia


Caros etólogos, é com muita satisfação que os docentes e alunos da Unifal-MG esperam recebê-los, de 12 a 15 de Novembro de 2009, para as atividades do XXVIII Encontro Anual de Etologia. O entusiasmo com que a proposta foi recebida pelos alunos e colegas é um sinal de que faremos um grande esforço para realizarmos um bom congresso. O tema do congresso será "Comportamento Animal e Conservação", procurando atrair trabalhos ligados a este tema, que não tem sido vistos nos últimos encontros. Porém, serão bem vindos trabalhos de todas as áreas da Etologia (Etologia Aplicada, Estudos funcionais, Bem-estar animal, Estudos ontogenéticos, Abordagens comparativas, Etologia Humana, Genética e Fisiologia do Comportamento, Psicologia Evolucionista, Neurociência, Filogenia do comportamento, etc.).

Assim, estamos abrindo oficialmente uma chamada de propostas de mesas-redondas e/ou simpósios, e também de mini-cursos. Obviamente, nesta etapa do planejamento, quando ainda não iniciamos a captação de recursos, não é possível dizer quais tipos de auxílio poderemos dar aos participantes. A submissão de uma proposta não necessariamente indica que ela será aceita, pois haverá uma seleção das mesmas. Entre os critérios que utilizaremos, estão: procurar uma diversificação de temas, para atender a uma maior gama de interesses, especialmente se o tema não é muito usual dos últimos encontros; qualificação dos proponentes e participantes; atividades com palestrantes de instituições diversas (para evitar mesas e simpósios "caseiros", apenas de uma instituição). Além disto, ordem de apresentação das propostas poderá ser um critério adicional. Por fim, alguns congressos adotam uma política de os organizadores de mesas-redondas e simpósios captarem os recursos para os mesmos. Nós envidaremos todos os esforços para captar o máximo possível de recursos, tanto privados, quanto públicos, para oferecer o máximo aos participantes de mesas e simpósios. No entanto, caso algum proponente já possua recursos próprios ao propor uma atividade, isto contará como um bônus na avaliação da proposta. Aproveitamos também para abrir espaço para a sugestão de nomes internacionais e nacionais para as palestras magnas, para aumentar uma lista prévia de idéias que estamos elaborando.

As propostas e sugestões devem ser feitas para o e-mail oficial do evento ( xxviiieae@gmail.com ). Esperamos fechar a programação preliminar até março de 2010, para podermos estimar custos e iniciarmos a captação de recursos. Assim, as propostas serão recebidas até fevereiro de 2010, mas pediríamos que as pessoas se organizassem e as mandasse o quanto antes. Solicitamos ainda a difusão desta mensagem a potenciais interessados.

Atenciosamente,

Organizadores do XXVIII Encontro Anual de Etologia

Mensagem dos Editores da Revista Zoologia


Caros sócios, editores e amigos da Sociedade Brasileira de Zoologia,

Parabéns para todos! Nosso esforço em conjunto resultou na reversão na reprovação do apoio financeiro à ZOOLOGIA.

Como editores da ZOOLOGIA queremos agradecer a todos que enviaram sua posição ao CNPq e membros do Comitê Avaliador. Esse evento mostra claramente a importância da Sociedade Brasileira de Zoologia e como a união em torno de um objetivo pode ser eficiente.

Continuamos em frente com propostas de mudança da nossa revista. Dentre outras inovações, em 2010, mudaremos para periodicidade bimestral. Esperamos, dessa forma, acelerar a publicação dos manuscritos evitando acúmulo de trabalhos aprovados na fila de publicação.

Aproveitamos para desejar a todos um Feliz Natal e um Ano Novo de muito sucesso e saúde.

Contem conosco em 2010!

Walter e Sionei

Editores da ZOOLOGIA

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O Direito e os animais nos Estados Unidos - uma visão


Mais da metade (55%) das Faculdades de Direito nos Estados Unidos possuem cursos sobre legislação envolvendo animais. São leis federais sobre bem-estar, uso, propriedade e responsabilidade envolvendo animais.
A demanda por casos judiciais está em crescimento em vários países. Em um artigo de opinião publicado na The Scientist, P. Michael Conn, expressa preocupação sobre a mudança de estratégia de grupos que defendem os direitos dos animais e a liberação animal, que ao invés de usar a "violência" (nas palavras do autor), usaria meios legais para interferir em casos envolvendo animais. Em particular, Conn está preocupado em possíveis intervenções judiciais impedindo a realização de pesquisa com animais. Conn é Diretor do "Research Advocacy at Oregon Health and Sciences University" e "Oregon National Primate Research Center". Ele sabe o que opina.
Conn acha que no futuro pode haver uma visão conciliatória entre os que defedem que animais são como pessoas e os cientistas que usam animais; isto é, haveria um resgate de uma definição Aristotélica do mundo, classificando-o em "Coisas, Animais e Pessoas". Animais não seriam como coisas nem como pessoas; estariam em um nível intermediário. A lei americana, assim como a brasileira, trata os animais como propriedade; defende Conn: propriedades não possuem direitos, portanto, aimais não poderiam ter direitos.
Leia na The Scientist (clicando aqui), o artigo de uma pagina, para saber mais.
Para pensar...

Postado por Vanner Boere

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

A ligação entre o chulé e a melhora da epilepsia


Um título tão disparatado para etologia mas sem deixar de ser interessante em termos de cultura acadêmica geral.
Epilepsia é um quadro sidrômico caracterizado por disparos quimioelétricos de partes ou de todo o cérebro, caracterizando disfunções sensoriai e/ou motorass variadas, mas que são conspicuamente observadas por contrações tônicas e clônicas involuntárias do corpo, acompanhado de inconsciência nos pacientes.

Na Índia há o hábito tradicional de expor o paciente durante o ataque de epilepsia a um chulé "bem forte". Parece que o chulé "bem forte" tem propriedades de diminuir a duração dos ataques epiléticos, embora cheiros fortes possam precipitar um ataque. Isso foi observado e defendido por um cientista indiano, Dr Jaseja, de propôs uma explicação neurobiológica para uma terapia tão inusitada para a asséptica cultura cristã-ocidental.

Pode parecer engraçado mas o trabalho do Dr Jaseja foi publicado em uma revista bem conceituada: Jaseja H. Scientific basis behind traditional practice of application of ‘‘shoesmell” in controlling epileptic seizures in the eastern countries. Clin Neurol Neurosurg 2008;110(6):535–8.
Também pode ser encontrado uma carta do autor acessando a revista: Journal of Medical Hypotheses 74 (2010) 202–210.

Será que é?

Postado por Vanner Boere.

domingo, 29 de novembro de 2009

A inalação de gasolina afeta o comportamento?


Parece que a gasolina em condições de inalação crônica afeta o comportamento. Apesar de estar presente em nosso dia a dia, pouquíssimos estudos existem avaliando os efeitos da gasolina no comportamento dos animais, incluindo humanos.

Amal A Kinawy , um pesquisador egípcio, se propôs a estudar em ratos wistar os efeitos da inalação de gaolina em condições que se assemelham a inalação em ambientes abertos (postos de combustíveis e áreas de produção). Após alguns dias e simultaneamente à exposição diária por 30 min, os ratos foram submetidos a testes de agressividade. Após dez dias de testes os animais foram decapitados e vários neurotrasnmissores cerebrais foram dosados. Os animais que inalaram gasolina demonstraram mais sinais de ansiedade e emocionalidade do que os controles. Houve uma baixa na concentração de neurotransmissores e em especial, da serotonina. Surpreendente? O artigo esta provisório, disponível on line no BioMedCentral: Kinawy, a. A. 2009. Impact of gasoline inhalation on some neurobehavioural characteristics of male rats. DOI: 10.1186/1472-6793-9-21

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Para citar os trabalhos do XXVII Encontro Anual de Etologia


O Coordenador do XXVII Encontro Anual de Etologia, Prof. José Sabino, solicitou à Biblioteca Nacional o ISBN do CD-Rom do XXVII Encontro Anual de Etologia. Para citar trabalhos específicos, citar nome de autor(es) e título do trabalho, seguido da referência abaixo.

Sabino, J. (Coord.), 2009. XXVII Encontro Anual de Etologia. Sociedade Brasileira de Etologia e Universidade Anhanguera-Uniderp. Bonito, Mato Grosso do Sul, 12 a 15 de novembro de 2009. ISBN 978-85-62280-95-2. CD-Rom: 286 Resumos, 9 palestras, 7 mini-cursos, 4 simpósios e uma exposição.