quinta-feira, 26 de março de 2009

Sexo antes do estresse faz bem para o cérebro


Bom, pelo menos para os ratos, é o que diz um estudo realizado na University of British Columbia (Canada). Sabe-se que o estresse, por exemplo, o odor de um predador, pode fazer com que no hipocampo de ratos haja a diminuição da capacidade de proliferação das células indiferenciadas da camada sub-granular, aquelas que se transformam em neurônios continuamente durante a vida adulta. Em machos, se houver o contato sexual com fêmeas receptivas antes da exposição ao odor de uma raposa, por exemplo, as células hipocampais são mantidas em crescimento mais acelerado do que em ratos sem contato sexual antes da experiência estressante. O efeito foi observado 24 horas após a exposição ao estresse (cheiro do predador) e somente em machos.

Quer ver o artigo muito interessante ? Acesse no site da CAPES:

Spritzer et al. (2009). Prior sexual experience increases hippocampal cell proliferation and decreases risk assessment behavior in response to acute predator odor stress in the male rat. Behavioural Brain Research 200: 106–112.

Nenhum comentário: