quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Behavior 2011 - Meeting

Behavior 2011

This will be the first-ever joint meeting of two international behavior societies: the International Ethological Conference and the Animal Behavior Society. The goal of this meeting is to foster interdisciplinary communication and collaboration among behavioral biologists working in a broad array of disciplines, from around the world.

The meeting will be held July 25-30, 2011 at Indiana University, Bloomington, Indiana USA.

For information about the meeting, please visit the meeting website at

www.indiana.edu/~behav11

sábado, 21 de agosto de 2010

Caros amantes da Etologia,

temos algumas novidades muito interessantes para o nosso XXVIII Encontro Anual de Etologia, que está se aproximando, além de alguns lembretes:
  • Conseguimos um excelente palestrante internacional para a palestra de encerramento. O Dr. Daniel Rubenstein, da Universidade de Princeton (EUA), irá apresentar uma palestra entitulada: Behavioral Ecology and Conservation Biology: Lessons learned from Horses, Zebras and Wild Asses (Ecologia comportamental e Biologia da conservação: lições aprendidas de cavalos, zebras e asnos selvagens). O Dr. Rubenstein tem um belo trabalho com conservação, é um orador excelente e muito motivador (quem esteve em Pirenópolis no ano passado pode comprovar) e sua pesquisa consegue unir aspectos teóricos, práticos, envolvimento com as comunidades, tudo de uma maneira ímpar. É uma palestra para não se perder;
  • Para quem quer economizar algum dinheiro, a Prefeitura de Alfenas conta com um restaurante popular, localizado a cerca de 1 km da Unifal, com boa qualidade a preços bem razoáveis;
  • Estamos tendo uma procura para participação de pós-graduandos latino-americanos, algo inédito em nossos congressos, o que será uma experiência enriquecedora para todos e irá cada vez mais consolidar o evento paralelo (Simpósio Latino-Americano de Etologia) e o nosso evento como o mais importante deste ramo do conhecimento na América Latina;
  • Lembramos que a data final para submissão de artigos é dia 31 de agosto, daqui a apenas 10 dias. Solicitamos àqueles(as) que desejem enviar resumos que inscrevam-se e enviem o resumo o quanto antes, para evitar congestionamentos do sistema de última hora;
  • Quem quiser enviar trabalhos para o nosso tradicional concurso de fotografias, bem como uma nova modalidade, o concurso de humor, já pode fazê-lo. As normas e instruções de inscrição e envio estão em nosso site (www.unifal-mg.edu.br/etologia).
Pedimos a todos que divulguem o evento entre seus colegas e amigos e visitem nosso site frequentemente, pois estamos continuamente alterando e atualizando o mesmo, sempre com mais informações e novidades sobre o congresso, a cidade e a região.

Saudações a todos,
Comissão Organizadora do XXVIII Encontro Anual de Etologia.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Comportamento homossexual em pássaros se relaciona com o cuidado parental


Mais de 130 espécies de pássaros apresentam comportamento homossexual. Ao todo são mais de 400 espécies de animais onde pode ser observado o comportamento homossexual. Sob o ponto de vista evolutivo parece difícil explicar esse fenômeno. Uma revisão cuidadosa foi recentemente publicada na "Animal Behaviour", demonstrando que em espécies tipicamente poligínicas, onde os machos cuidam pouco de filhotes, há mais ocorrência de comportamento homossaxual dos machos. Em sistemas monogâmicos o comportamento homossexual de machos e fêmeas é menor. Em espéceis onde as fêmeas investem pouco no cuidado, se observa mais comportamento homossexual. Há outras observações interessantes no artigo que pode ser acessado pela CAPES:

MacFarlane et al., 2010, Homosexual behaviour in birds: frequency of expression is related to parental care disparity between the sexes. Animal Behaviour, 80: 375-390.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

A ordenha mecânica causa estresse em búfalas. Por que não consultam um etologista?



Na Itália o queijo mozzarella tem uma importância na dieta local e na venda internacional. As búfalas são uma importante fonte de leite para o fabrico desse queijo. Devido à crescente demanda do queijo, os criadores estão tentando incrementar a podução com ordenhas mecânicas. Pesquisadores italianos verificaram se essa modificação causava estresse, avaliando índices comportamentais e hormonais em búfalas. A conclusão é positiva e tem um impacto sobre a produção. Veja o artigo clicando abaixo:
Cavallina et al., Buffalo behavioural response to machine milking in early lactation. Italian Journal of Animal Science, Vol 7, No 3, 287-295, 2008.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Caros Etólogos,

os preparativos para o XXVIII Encontro Anual de Etologia continuam de vento em popa. Conseguimos o apoio de mais uma agência de fomento e continuamos na busca por outras formas de apoio. Obtivemos uma sinalização positiva de mais um palestrante internacional de renome, aguardando apenas confirmação final por parte do mesmo. Com a participação de diversos colegas de outros países latino-americanos estamos dando um importante passo para a consolidação do evento paralelo Simpósio Latino-Americano de Etologia. Estamos tendo inclusive a procura por pós-graduandos de outros países, algo inédito em nossos eventos, e que só contribuirá para melhorar cada vez mais a qualidade dos Encontros.

Nosso site (www.unifal-mg.edu.br/etologia) já está no ar há quase um mês e, mesmo com uma divulgação ainda apenas eletrônica, já obtivemos um grande número de inscritos. Por isto, e para garantir o seu lugar, sugerimos que façam (e efetivem) suas inscrições o mais rapidamente possível. Devido a uma limitação de nosso espaço físico, iremos restringir as inscrições a 500 participantes (além dos 40-50 palestrantes). Alguns mini-cursos também estão tendo procura elevada, por isto sugerimos garantir logo sua vaga. Lembrando ainda que a entrada de recursos pelas inscrições é a principal forma de ingresso de receita para o congresso, e é o que viabilizará a programação de qualidade que procuramos montar com todo o cuidado.

Diversas pessoas fizeram a inscrição, mas não efetivaram ainda o pagamento, o que não garante a vaga, nem a revisão de manuscritos enviados. Quanto aos manuscritos, gostaríamos de lembrar que a data limite para envio é 31/08. Pedimos aos interessados que se organizem e evitem enviar trabalhos de última hora, pois pode congestionar o sistema.

O nosso site tem passado por atualizações ao menos uma vez por semana, por isto convidamos a todos a visitá-lo regularmente. As informações sobre alimentação, hospedagem e entretenimento são atualizadas frequentemente. Também estamos buscando formas de baratear o custo para alunos de graduação, oferecendo contatos de repúblicas que oferecem vagas ou espaço a preços convidativos.

Alfenas e a Unifal-MG estão preparando-se para recebê-los de braços abertos!

Comissão Organizadora do XXVIII Encontro Anual de Etologia e II Simpósio Latino-Americano de Etologia

NOTA DE PESAR


A SBEt anuncia com pesar o falecimento do prof. JACQUES VIELLIARD, etólogo e sócio. Estudioso da comunicação entre os animais, o Prof. Vielliard gravou milhares de vocalizações de pássaros, tendo talvez uma das maiores coleções do mundo sobre cantos de aves. O Prof. Vilelliard pertencia à várias sociedades científicas, com destaque para a Academia Brasileira de Ciências.

Nascido em Paris no fim da Segunda Guerra Mundial, Jacques Marie Edme Vielliard formou-se no Lycée Louis-le-Grand e na Sorbonne, defendendo seu Doutorado em Ecologia na "École Normale Supérieure" - ENS. Jacques Vielliard foi encarregado da região da Ásia Ocidental para o International Wildfowl Research Bureau e viajou extensivamente da Romênia aos Himalayas no período 1967-1971. Realizou o doutorado sobre a ecologia do maçarico Calidris alpina, e apresentou resultados que alteraram o conceito de nicho ecológico. Depois a agência de pesquisa da França, ORSTOM, convidou Vielliard para realizar o levantamento ornitológico do lago Tchad, até então praticamente inacessível. Seu estudo ecológico e biogeográfico desta avifauna mostrou que não existe uma região "África Central", mas sim uma zona de contato bem definida entre as avifaunas da África Ocidental e da África Oriental. Foi professor da École Normal Superier, colaborador do Muséum National d'Histoire Naturelle e editor da Revista Internacional de Ornitologia Alauda. Apesar de seus outros compromissos na África do Norte e Ocidental, que resultaram na edição do primeiro guia sonoro das aves desta região e na descoberta na Algéria de Sitta ledanti Vielliard 1976, única espécie nova de aves descrita do Paleártico Ocidental neste século, Vielliard foi convidado por Pacheco Leão a visitar o Brasil. Jacques Vielliard estabeleceu então as bases para novas pesquisas sobre a avifauna brasileira, desenvolvendo metodologias inovadoras para gravar e analisar as vozes das aves e quantificar suas comunidades. Vielliard aceitou em 1978 o convite de Zeferino Vaz, Sérgio Porto e Fernando de Ávila-Pires para criar na Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, um Laboratório de Bioacústica. Hoje, este laboratório é um centro de pesquisa de ponta e um dos maiores arquivos de sons animais. Este trabalho levou à descoberta do Caburé-da-Amazônia Glaucidium hardyi Vielliard 1989 e do Graveteiro-do-Cipó Asthenes luizae Vielliard 1990 (retirado de http://www.ufpa.br/lobio/jacques.htm).


Padrão de sono é determinado por limitações energéticas, não predação


Uma explicação bem aceita explicando porque os animais tem ciclos de sono e despertar durante a noite é que isso reduziria o risco de ser predado. O sono REM alternado com o sono Não-REM, seguido muitas vezes de um leve despertar em mamíferos, também parece ser uma estratégia antipredatória. Ou seja, o despertar várias vezes durante a noite seria um comportamento antipredatório.
Um grupo de pesquisadores realizaram uma revisão comparando filogeneticamente os padrões e a ecologia comportamental de várias espéceis de animais. Os autores concluíram, que nem a duração do ciclo e nem o tipo fásico poderiam ser explicados como uma estratégia antipredatória. Os autores encontraram uma relação inversa entre tamanho pequeno, duração dos ciclos e sono mais prolongado. Como se sabe, animais pequenos precisam de mais energia. Ler o artigo pode elucidar melhor esse surpreendente argumento contra-intuitivo.
Capellini, et al. (2008) Energetic constraints, not predation, influence the evolution of sleep patterning in mammals.Functional Ecology, v 22, 847–853.

Postado por Vanner Boere.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Meditar aumenta a vigilância e diminui a necessidade de sono

Muito tem se procurado em drogas e técnicas para melhorar a capacidade de concentração, vigilância e diminuição do sono. A maior parte das intervenções causam sérios danos à saúde, apesar do seu efeito imediato. Perquisadores observaram pessoas que praticaram meditação e suas performances. Mesmo em pessoas sem experiência em meditação, houve um aumento na capacidade psicomotora de vigília. Nos praticantes mais experientes, a necessidade de sono diminuiu. Os pesquisadores não sabem se essa redução do sono pode ter um efeito danoso na saúde.
O estudo está publicado: Kaul et al. Meditation acutely improves psychomotor vigilance, and may decrease sleep.Behavioral and Brain Functions, 2010, 6:47.

Ps.: Nosso corpo, nossa mente, nossa cura.
Ps2 provocativo: será que meditar é o que difere os humanos dos outros animais?

Postado por : Vanner Boere

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Fêmeas de pintado escolhem os machos mais rechonchudos


Um dos temas de investigação da etologia é a escolha de parceiros sexuais. Como as fêmeas escolhem parceiros? Uma das variáveis que tem peso nessa escolha é a qualidade do macho. A qualidade pode ser representada pela capacidade do macho de ter ou acumular recursos. A pesquisadora Percília Cardoso Giaquinto (Departamento de Fisiologia, UNESP Botucatu) pesquisou a escolha de fêmeas por machos de pintado (Pseudoplatystoma coruscans). Ela observou se as fêmeas utilizavam os estímulos olfativos, visuais ou ambos, na escolha de machos bem nutridos ou mal nutridos. As fêmas se utilizaram principalmente de pistas olfativas e visuais+olfativas para escolehr predominantemente machos MAIS BEM NUTRIDOS. O estudo foi recentemente publicado na Behaviour (Female pintado catfish choose well-fed males, vol. 147, Number 3, pp. 319-332).

Postado por Vanner Boere.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A força do comportamento animal para melhorar a tecnologia


Não é de hoje que o comportamento animal fornece bases para a ciência tecnológica. Há muito o que aprender com os animais e os etólogos possuem um papel essencial nisso.
Dois pesquisadores, Dr. Quijano (da Colombia) e Dr Passino (dos EUA) publicaram em 2010 um estudo em que desenvolveram um algorítimo para otimizar a alocação de recursos dinâmicos. Baseado no comportaemnto de forrageio na colméia, os pesquisadores propõem uma série de equações para solucionar problemas, exemplificando a aplicação em tecnologia da geração e aproveitamento de calor em sistemas de produção. Os pesquisadores defendem que o mesmo modelo pode ser aplicável para várias soluções na economia humana ou em decisões animais.
O artigo, apesar de ser recente, já foi citado 21 vezes. Foi publicado no periódico Engineering Applications and Artificial Intelligence, v. 23, p. 845-863.
Para quem nâo se assusta com matemática complexa, vale a pena ler. Eu não entendi as equações mas o texto está muito bonito, bem ilustrado e serve de exemplo para uma possível aplicação da fascinante ciência que praticamos.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Siris se tornam menos hábeis em procurar comida em águas poluídas


Foi o que estudaram alguns pesquisadores americanos. Os Siris azuis (Callinectes sapidus) criados em água originária de um local bastante poluído, comeram menos itens com maior conteúdo nutricional em relção aos animais criados em ambientes mais limpos. Parece intuitivo que os animais vivendo em áreas poluídas ficam mais doentes. A novidade é demonstrar que o resultado pode ser uma inabilidade comportamental em caçar/explorar mais e melhor fontes alimentares mais ricas. Veja em :Reichmuth et al. Differences in Prey Capture Behavior in Populations of BlueCrab (Callinectes sapidus Rathbun) from Contaminated and Clean Estuaries in New Jersey. Estuaries and Coasts (2009) 32:298–308.

Postado por Vanner Boere

Ps: fiz uma correção, gentilmente sugerida pelo colega Prof. Josê Sabino; não são carangueijos, são siris os animais em questão. Definição :

Siri: substantivo masculino Rubrica: carcinologia.

designação comum aos crustáceos braquiúros, marinhos, da fam. dos portunídeos, distintos dos demais caranguejos por possuírem o último par de pernas em forma de remo, adaptado para nadar.

Obrigadão Prof. Sabino!